6 de julho de 2009

Visita de Estudo a São Miguel (Açores)

4º dia (13-06-2009): Miradouro do Pisão (Caloura, Praia de Água d’Alto, Ribeira Chã); Ribeira Quente; Povoação; percurso pedestre: Água Retorta » Salto do Prego » Sanguinho » Faial da Terra

20090613-vs-0058
20090613-vs-0059
Alvéola (Motacilla cinerea patriceae)

20090613-vs-0100
20090613-vs-0078
20090613-vs-0086
Caloura, freguesia de Água de Pau, concelho da Lagoa — vista desde o miradouro do Pisão

20090613-vs-0092
Praia de Água de Alto e Ilhéu de Vila Franca — vista desde o miradouro do Pisão

20090613-vs-0098
Freguesia da Ribeira Chã, concelho da Lagoa — vista desde o miradouro do Pisão

20090613-vs-0108
Ponta da Lobeira, Ribeira Quente

20090613-vs-0117
Praia da Ribeira Quente, concelho da Povoação

20090613-vs-0106
Freguesia da Ribeira Quente, concelho da Povoação

20090613-vs-0105
Costa entre a Ribeira Quente e o Faial da Terra

20090613-vs-0127
20090613-vs-0128
Vila da Povoação

20090613-vs-0139
Ribeira da Povoação

20090613-vs-0140
Igreja, Vila da Povoação

20090613-vs-0147
Parque Florestal de Água Retorta, concelho da Povoação

20090613-vs-0142
Pastagens — Água Retorta

20090613-vs-0144
Agapantos (Agapanthus praecox subsp. orientalis) — herbácea indígena da África do Sul

20090613-vs-0146
Araucária (Araucaria heterophylla) — árvore originária da Ilha de Norfolk, perto da Austrália

20090613-vs-0148
20090613-vs-0151
Tulipeiro arbóreo (Liriodendron tulipifera) — árvore indígena da região oriental da América do Norte

20090613-vs-0155
Parque Florestal de Água Retorta, concelho da Povoação

20090613-vs-0159
20090613-vs-0161
Metrosídero (Metrosideros excelsa) — árvore endémica da Nova Zelândia

20090613-vs-0165
Sanguinho, nos Açores, Tintureira ou Ginjeira brava, na Madeira, são os nomes populares da Frangula azorica, pequena árvore de folha caduca, endémica dos Açores e da Madeira

20090613-vs-0172
Azevinho ou Perado (Ilex perado subsp. azorica) — pequena árvore, subespécie endémica dos Açores

20090613-vs-0175
Parque Florestal de Água Retorta, concelho da Povoação

20090613-vs-0180
Amoreira (Morus alba) — árvore de folha caduca, indígena da China

20090613-vs-0182
Água Retorta — início do percurso a pé (cerca de 8 Km) para o Faial da Terra

20090613-vs-0187
Hortênsia (Hydrangea macrophylla) — arbusto indígena do Japão

20090613-vs-0193
Descendo para o vale da Ribeira do Faial da Terra — o caminho está ladeado por sebes de hortênsias

20090613-vs-0194
Hortênsia (Hydrangea macrophylla) — arbusto indígena do Japão

20090613-vs-0197
Observação, leitura e interpretação da paisagem entre o Parque Florestal de Água Retorta e a Ribeira do Faial da Terra

20090613-vs-0201
Pastagens e matas entre Água Retorta e o Faial da Terra

20090613-vs-0206
No primeiro quilómetro as sebes de hortênsias ladeiam o caminho

20090613-vs-0209
Grinalda de Noiva (Spiraea cantoniensis) — arbusto indígena da China e do Japão

20090613-vs-0214
20090613-vs-0216
Hortênsia (Hydrangea macrophylla) — arbusto indígena do Japão

20090613-vs-0218
Próximo da Ribeira do Faial da Terra as hortênsias vão cedendo espaço a outras espécies

20090613-vs-0225
Pastos e matas na bacia de recepção da Ribeira do Faial da Terra

20090613-vs-0227
Vereda na margem esquerda da Ribeira do Faial da Terra, muito próximo do Moinho de Água

20090613-vs-0234
A abundância da Faia da Terra (Myrica faya) esteve na origem do nome da ribeira e da povoação localizada na sua foz. Hoje estas árvores indígenas são uma raridade por aqui

20090613-vs-0236
Ruínas do Moinho de Água na margem da Ribeira do Faial da Terra. Do Parque Florestal de Água Retorta até aqui a distância é de aproximadamente 1,2 Km

20090613-vs-0242
20090613-vs-0245
Incenso (Pittosporum undulatum) — esta árvore australiana foi introduzida em São Miguel no século XIX com o objectivo de fazer sebes nos pomares de laranjeiras. Encontrou condições climáticas e edáficas tão favoráveis, que se transformou numa espécie invasora e hoje é a árvore mais frequente na ilha

20090613-vs-0251
Milhafre (Buteo buteo rotschildi) — ave de rapina, subespécie endémica dos Açores

20090613-vs-0260
Acácia (Acácia melanoxylon) — árvore originária da Austrália, que se propaga com muita facilidade. É uma espécie invasora

20090613-vs-0263
A vereda entre o Moinho de Água e o Salto do Prego tem uma extensão aproximada de 4 Km. Os Fetos arbóreos (Cyathea cooperi), as Acácias (Acacia melanoxylon) e os Incensos (Pittosporum undulatum), da Austrália, a Criptoméria (Cryptomeria japonica), do Japão, e a Conteira (Hedychium gardnerianum), dos Himalaias, ocuparam quase todo o espaço onde outrora existiu Laurissilva

20090613-vs-0273
Criptomérias e Conteiras envolvem a vereda

20090613-vs-0274
Lysimachia azorica — herbácea rastejante, endémica dos Açores

20090613-vs-0278
Incenso (Pittosporum undulatum)

20090613-vs-0282
Entre o Incenso e a Conteira...

20090613-vs-0292
Ganoderma lipsiense

20090613-vs-0289
20090613-vs-0296
20090613-vs-0302
20090613-vs-0303
20090613-vs-0311
Sempre na companhia dos Incensos, das Conteiras, das Criptomérias e dos Fetos Arbóreos

20090613-vs-0314
20090613-rq-1c Hera (Hedera azorica) — trepadeira endémica dos Açores

20090613-vs-0316
Pastos e matas numa área sobranceira à freguesia do Faial da Terra

20090613-vs-0320

20090613-vs-0331
Na ditadura do Incenso há árvores com mais de 20 metros de altura

20090613-vs-0336
A pouco mais de 300 metros do Salto do Prego

20090613-vs-0350-0351
Sinalética na bifurcação da vereda

20090613-vs-0356
Na mata que envolve a queda de água do Salto do Prego, a Hera (Hedera azorica) é uma das raras sobreviventes da flora indígena

20090613-vs-0362
20090613-vs-0365
20090613-vs-0367
20090613-vs-0371
20090613-vs-0388
20090613-vs-0389
20090613-vs-0394
20090613-vs-0397
20090613-vs-0421
20090613-vs-0433
Salto do Prego — notável queda de água na Ribeira do Faial da Terra

20090613-vs-0454
Pervinca (Vinca difformis) — planta rastejante, indígena do sudoeste da Europa e do norte de África

20090613-vs-0456-0457
Sinalética na vereda

20090613-vs-0458
Entre o Salto do Prego e o lugar do Sanguinho a vereda tem uma extensão de 1,8 Km

20090613-vs-0464
Cavalinha (Equisetum telmateia) — pteridófito nativo da Macaronésia, norte de África e América do Norte

20090613-vs-0466
Cana da Índia ou Bananeira de Flor (Canna indica) — herbácea indígena da América tropical

20090613-vs-0469
Erva da Fortuna (Tradescantia multiflora) — herbácea rastejante, natural da Jamaica

20090613-vs-0473
20090613-vs-0474
Sanguinho — este lugar recôndito da freguesia do Faial da Terra, concelho da Povoação, cujo nome deve ter a origem na presença da árvore indígena conhecida popularmente por Sanguinho (Frangula azorica), está desabitado desde o início da década de setenta do século XX. Com o objectivo de implementar um projecto de turismo rural, algumas das casas estão a ser recuperadas

20090613-vs-0476
20090613-vs-0479
Ananás vermelho (Ananas bracteatus) — herbácea indígena da Argentina, Paraguai e Brasil

20090613-vs-0483
Descida do Sanguinho para o Faial da Terra

20090613-vs-0485
Erva coelheira (Lotus pedunculatus) — herbácea originária da Europa, Ásia e norte de África

20090613-vs-0486
Camarões (Tecomaria capensis) — arbusto indígena da África Austral

20090613-vs-0487
Castanheiro (Castanea sativa) — árvore natural do sul da Europa, noroeste de África e sudoeste da Ásia

20090613-vs-0488
Funcho (Foeniculum vulgare) — herbácea indígena do sul e sudoeste da Europa

20090613-vs-0494
Castanheiro da Índia (Aesculus x carnea) — árvore de origem hortícola

20090613-vs-0490
Faial da Terra

Pode ver os restantes dias desta visita de estudo clicando nas ligações abaixo:

3 Comentário(s):

Anonymous Anónimo escreveu...

Imagens magníficas. Parabéns.
Quase me senti micaelense, açoreano por adopção.

Bordão de Conto

07 agosto, 2009 21:50  
Anonymous Ana. escreveu...

Muito bonito este blog!

17 fevereiro, 2011 11:36  
Anonymous Anónimo escreveu...

Lindas imagens, fiquei com vontade de fazer esses percursso

23 agosto, 2013 10:21  

Enviar um comentário

<< Home