3 de junho de 2008

Passeio pedestre:
Fanal - Levada dos Cedros - Ribeira da Janela
(24 de Maio de 2008)

20080524-vs-1280
20080524-vs-1288
Tis (Ocotea foetens) junto ao posto florestal do Fanal  


20080524-vs-1294
Ensaião-da-madeira (Aichryson divaricatum) sobre um ramo de til  


20080524-vs-1297
20080524-vs-1302
Til (Ocotea foetens)  


20080524-vs-1303
Nas áreas vedadas, onde o gado bovino está impedido de entrar, os velhos tis apresentam novos rebentos e a recuperação da biodiversidade é notória.  


20080524-vs-1313
20080524-vs-1333
Este til morreu porque os rebentos novos foram sucessivamente comidos pelas vacas.  


20080524-vs-1340
Til sem rebentos na área de pastagem.  


20080524-vs-1349
Percurso no troço da Estrada Regional 209, entre o posto florestal do Fanal e o início da vereda que desce para a Levada dos Cedros.  


20080524-vs-1352
Loureiro (Laurus novocanariensis) com rebentos novos. Sobre o velho tronco prosperam plantas epífitas, sobressaindo o Ensaião-da-madeira (Aichryson divaricatum).  


20080524-vs-1360
Este mapa pertence ao placar informativo localizado no início da vereda, na Estrada Regional 209, perto do posto florestal do Fanal.
Mostra o traçado do trilho (vereda + levada) até ao Curral Falso. No texto, que acompanha o mapa, pode ler-se que o percurso pedonal tem uma extensão de 5,8 Km. No entanto, as medições no terreno indicam cerca de 7,5 Km.
 


20080524-vs-1373
Flores de Uveira-da-serra (Vaccinium padifolium), arbusto endémico da Madeira.

20080524-vs-1382
20080524-vs-1374
20080524-vs-1377
Violeta (Viola riviniana)  


20080524-vs-1392
Stereum sp.  


20080524-vs-1394
20080524-vs-1407
20080524-vs-1413
20080524-vs-1423
A Levada Velha dos Cedros localiza-se a uma altitude superior à Levada Nova dos Cedros. A água deixou de correr na Levada Velha há muitos anos. A Levada Nova é hoje conhecida apenas por Levada dos Cedros.  


20080524-vs-1434
Folhas dum jovem Folhado (Clethra arborea)  


20080524-vs-1442
20080524-vs-1456
Stereum sp.  


20080524-vs-1462
Folhas de Uveira-da-serra (Vaccinium padifolium)  


20080524-vs-1463
20080524-vs-1471
20080524-vs-1479
20080524-vs-1482
Ponto de encontro da vereda com a Levada dos Cedros, perto da madre da levada.  


20080524-vs-1483
Madre da levada  


Ribeira do Corgo, onde a levada recebe a primeira água

20080524-vs-1485
20080524-vs-1486
20080524-vs-1490
20080524-vs-1503
20080524-vs-1511
Ensaião-da-madeira (Aichryson divaricatum)  


20080524-vs-1519
20080524-vs-1560
Daldinia concentrica  


Levada dos Cedros

20080524-vs-1562
20080524-vs-1575
20080524-vs-1582
20080524-vs-1585
Vista do vale da Ribeira da Janela desde a Levada dos Cedros. A vertente oposta corresponde à área do Galhano.  


20080524-vs-1593
20080524-vs-1595
20080524-vs-1598
20080524-vs-1600
20080524-vs-1603
20080524-vs-1613
20080524-vs-1618
Stereum sp.  


20080524-vs-1620
Til (Ocotea foetens)  


20080524-vs-1622
Orquídea-da-serra (Dactylorhiza foliosa), endémica da Ilha da Madeira.  


20080524-vs-1623
Doiradinha ou ranúnculo (Ranunculus cortusifolius var. major)  


20080524-vs-1626
Pequena queda de água sobranceira à levada.  


20080524-vs-1639
20080524-vs-1641
20080524-vs-1643
A Laurissilva envolve a levada.  


20080524-vs-1651
Agarra-saias (Rubia agostinhoi)  


20080524-vs-1660
Erva-de-são-roberto (Geranium robertanium)  


20080524-vs-1662
20080524-vs-1675
20080524-vs-1702
20080524-vs-1706
20080524-vs-1718
Inhame-de-lagartixa (Umbilicus rupestris)  


20080524-vs-1736
Stereum sp.

20080524-vs-1739
20080524-vs-1744
Fotografando cogumelos.  


20080524-vs-1747
Alegra-campo-anão (Ruscus streptophyllus), endemismo madeirense.  


20080524-vs-1752
20080524-vs-1757
20080524-vs-1759
20080524-vs-1762
20080524-vs-1769
Estrada que liga o Fanal à freguesia da Ribeira da Janela, junto ao cruzamento com a Levada dos Cedros, no Curral Falso.  


20080524-vs-1773
Mapa do placar localizado junto à Estrada Regional 209, no Curral Falso. Dá indicações sobre o troço da vereda (que nem sempre é paralela à levada), até à Eira da Achada, o sítio mais alto da freguesia da Ribeira da Janela.  


20080524-vs-1774
Início da segunda etapa do percurso pedonal, entre o Curral Falso e o sítio da Eira da Achada na freguesia da Ribeira da Janela.  


20080524-vs-1779
Para baixo do Curral Falso, a Levada dos Cedros ainda apresenta o traçado primitivo, escavado na rocha.  


20080524-vs-1802
Lythrum junceum  


20080524-vs-1806
Lotus parviflorus  


20080524-vs-1807
Hypericum humifusum  


20080524-vs-1810
Levada dos Cedros escavada na rocha.  


Descida para a Eira da Achada

20080524-vs-1816
20080524-vs-1829
Levada dos Cedros escavada na rocha  


20080524-vs-1831
20080524-vs-1835
Rosa mandonii, roseira endémica da Madeira.  


20080524-vs-1850
20080524-vs-1854
Mimos ou brincos-de-princesa (Fuchsia magellanica)  


20080524-vs-1858
20080524-vs-1872
Traqueiro (Helichrysum foetidum)  


20080524-vs-1874
Lythrum junceum  


20080524-vs-1884
Floricos ou intrometidas (Erigeron karvinskianus)  


20080524-vs-1887
Feto-de-botão (Woodwardia radicans)  


20080524-vs-1893
Vale da Ribeira da Janela, perto da foz.  


20080524-vs-1895
Vertente ocidental da Ribeira da Janela.  


20080524-vs-1898
20080524-vs-1907
Flores de silvado (Rubus sp.)  


20080524-vs-1914
Hortênsia (Hydrangea macrophylla)  


20080524-vs-1922
20080524-vs-1923
Chegada à Eira da Achada.  


20080524-vs-1930
Funcho (Foeniculum vulgare)  


20080524-vs-1942
Costa Norte até à Ponta de São Jorge. Eira da Achada, em primeiro plano.  


2 Comentário(s):

Blogger Ysa escreveu...

Viva!

Lindíssimas imagens que divulgam a beleza natural da nossa ilha.

Parabéns pela reportagem e pelo excelente trabalho fotográfico
(composição, enquadramentos e definição) assim como no rigor científico.
Bem hajam,
Continuem.

Isabel Abreu

04 junho, 2008 19:54  
Anonymous Anónimo escreveu...

Abraço. Neste dia não pude acompanhar-vos. Pena minha. Fotografias lindas, paisagens fantásticas e bons "amigos". Saudações. JL Pestana Henriques (VN Gaia)

06 julho, 2008 17:28  

Enviar um comentário

<< Home