25 de dezembro de 2013

Boas Festas e Feliz Ano Novo...

Screen Shot 2013-12-25 at 10.44.31
clique na foto para ver a galeria fotográfica

... são os votos da Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal para todos nós, mas em especial aos que ao longo dos anos têm dado o seu contributo para que as serras da Madeira recuperem a biodiversidade e o seu coberto vegetal com as espécies endémicas e indígenas da ilha — sócios, voluntários não-sócios, empresas e instituições que nos têm patrocinado ou premiado com o seu reconhecimento e apoio.

2013 foi especialmente gratificante para a nossa Associação.

Nas áreas onde temos vindo a trabalhar desde 2001, 3 anos depois dos devastadores incêndios de Agosto de 2010, o verde e as cores das flores começam a recuperar terreno ao deserto de montanha.

Além disso, ao longo do ano mais de 200 voluntários participaram nas actividades de plantação e sua manutenção, bem como no espaço fundamental do nosso viveiro, onde estas plantas nascem e são preparadas para a morada que lhes reservamos lá em cima, entre os 1600 e os 1800 metros de altitude.

Por isso, nesta época de Natal, quando se fazem balanços e se recordam os eventos mais importantes do ano, decidimos homenagear essas plantas e os cidadãos que ao longo deste ano as colocaram e cuidaram no terreno, com esta galeria em que dedicamos a foto de uma planta a cada um dos participantes.

As fotos foram captadas no início de Dezembro, período em que habitualmente as plantas lá em cima não estão em flor. Mas, toda a regra merece uma excepção, e este ano um dos massarocos que plantámos há alguns anos na zona mais elevada do Parque Ecológico do Funchal decidiu florir muito antes de tempo, no final de Novembro, quando o normal naquela altitude seria 6 meses mais tarde.

Pelo que dedicámos a sua foto ao primeiro cidadão da lista, ordenada alfabeticamente. A atribuição das restantes fotos foi feita aleatoriamente, por isso provavelmente não foi o voluntário que aparece associado à planta que a plantou — algumas das fotos até representam plantas que resultaram de auto-regeneração a partir de sementes que sobreviveram no solo ao incêndio ou que já se propagaram para os espaços circundantes a partir das plantas pioneiras que ali plantámos.

Obviamente, também nas plantas a beleza é subjectiva, pelo que esperamos que compreendam que estas pequenas guerreiras, apesar de nalguns casos apresentarem os sinais dos extremos climáticos que têm de enfrentar — períodos longos de secura, precipitação por vezes torrencial, temperaturas uma vezes muito elevadas, outras a rondar valores negativos, além de ventos por vezes de grande intensidade —, muitas delas já resistiram a mais de um Verão e um Inverno e revelam a capacidade de adaptação que esperávamos ao seu habitat natural.

Julgamos que apesar de quase completa, faltarão alguns nomes nesta lista, nomeadamente de pessoas que se juntaram a uma das nossas actividades de forma espontânea e por esse motivo poderemos ter esquecido os nomes. Se for esse o seu caso, por favor diga-nos e teremos imenso prazer em acrescentá-lo(a) a esta galeria. Fotos de mais uns milhares de plantas que já plantámos é o mais fácil de conseguir.

Resta-nos agradecer sentidamente a todos os que têm tornado este trabalho possível, a bem da nossa ilha, e esperar que ainda mais apareçam em 2014 para o continuar.

Sábado, 4 de Janeiro, lá estaremos de novo para plantar mais algumas centenas de pés. Comece o ano da melhor maneira. Junte-se a nós.

0 Comentário(s):

Enviar um comentário

<< Home