20 de março de 2011

A vida das plantas depois do nevão
(19 de Março de 2011)

20110319-rq-08
Clique na foto acima para visualizar slide show

No Dia do Pai logo pela manhã subimos até ao Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha, localizado entre o Poiso e o Pico do Areeiro, para mais uma jornada de plantação de espécies indígenas. A expectativa era enorme entre os 25 elementos da Associação dos Amigos do Parque Ecológico. Como estariam as plantinhas que tínhamos colocado no solo, desde Outubro, após o nevão do Domingo (13 de Março) e vários dias cobertas de gelo?

Logo no início da subida a pé tivémos a primeira surpresa agradável. A maioria das pequeninas plantas apenas apresentavam algumas folhas queimadas pelo gelo, mas nada que pusesse em risco a sua sobrevivência.

Mais acima na área onde estão armazenados os equipamentos de trabalho, apesar de ainda haver bastante neve as plantas receberam-nos sorridentes. Todos sentimos uma enorme alegria e uma vontade redobrada de ajudar a montanha a recuperar a sua biodiversidade.

Ontem foram colocadas no solo mais cerca de 500 plantas indígenas, fornecidas pela Direcção Regional de Florestas e pelo viveiro da Associação. Plantámos cedros da Madeira, loureiros, faias das ilhas, uveiras da serra, urzes das vassouras, urzes molares, massarocos, cabreiras e aipos de gado. Para as proteger do frio da neve e da secura do verão, todas as caldeiras foram cobertas de estilha produzida pela trituração das ramagens das árvores e arbustos queimados no incêndio de Agosto.

Amanhã (21 de Março) será comemorado com pompa e circunstância o Dia Mundial da Árvore e da Floresta. Para os que vão plantar durante os festejos, gostaria de lembrar que é necessário voltar à serra muitas vezes para cuidar das jovens plantas. Muitas das plantas plantadas e fotografadas em festas anteriores morreram pouco depois por falta de ajuda humana.

Para o próximo Sábado a Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal tem programada mais uma acção de plantação. Só com muito trabalho e persistência será possível o retorno da floresta às serras da Ilha da Madeira.

1 Comentário(s):

Blogger micael escreveu...

Quando vou à Madeira beneficío desse vosso esforço. Obrigado.
A Madeira continuará a ser uma ilha encantada.
Bom fim-de-semana

25 março, 2011 11:42  

Enviar um comentário

<< Home