10 de outubro de 2010

Limpeza de áreas ardidas no Pico do Areeiro e no Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha (09 de Outubro de 2010)

Durante o dia de ontem 52 voluntários da Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal estiveram empenhados na limpeza das árvores e arbustos queimados na zona alta do Parque e no Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha. Já muito trabalho foi feito, mas muito mais há para fazer se quisermos que o maciço do Pico do Areeiro deixe de ser um deserto pedregoso e comece a recuperar a biodiversidade. Entretanto, para além rebentação da feiteira (Pteris aquilinum) e do tojo (na Madeira conhecido por carqueja), que são espécies invasoras e as pioneiras mais rápidas após o incêndio, foi com enorme alegria que começámos a ver os primeiros raminhos das endémicas uveiras-da-serra (Vaccinium padifolium) a brotar a partir das raízes menos atingidas pelo fogo. Precisamos de loureiros, urzes-molares, urzes-das-vassouras, uveiras-da-serra, faias-das-ilhas, massarocos, cedros-da-Madeira, piornos, ameixieiras-de-espinho e perados para plantar nos terrenos que já estão limpos. Para o próximo Sábado (16.10.10) está programada mais uma jornada de trabalho. A Associação necessita de mais braços e muito especialmente de voluntários que saibam operar com motosserras e roçadoras.

0 Comentário(s):

Enviar um comentário

<< Home