26 de setembro de 2010

Trabalho Voluntário no Pico do Areeiro
(25 de Setembro de 2010)

20100925-rq-10
O que o fogo destruiu em poucas horas na cordilheira central da Ilha da Madeira, demorará muitos anos a recuperar e exige um longo e paciente trabalho com o objectivo de evitar que a nova sucessão biológica seja dominada por espécies pirófilas oportunistas, que pintarão de verde o deserto pedregoso mas que criarão enormes dificuldades à recuperação da biodiversidade dum ecossistema que a União Europeia adoptou como Zona Especial de Conservação da Rede Natura 2000.

20100925-rq-09
20100925-rq-11
A expansão da carqueja (Ulex europeus) e da giesta (Cytisus scoparius) ou a plantação de resinosas exóticas como espécies pioneiras são práticas contraditórias com a filosofia conservacionista da Rede Natura 2000. Assim sendo, na extremidade mais alta do Parque Ecológico do Funchal, no Pico do Areeiro, e no Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha apenas deverão ser plantadas espécies indígenas para que paisagem reencontre o caminho certo em direcção ao estado natural.

20100925-rq-03
20100925-rq-04
20100925-rq-08
20100925-rq-07
No Sábado passado mais de meia centena de voluntários trabalharam afincadamente na limpeza das árvores e arbustos queimados, tarefa que se estenderá por muitos meses. Mas não se limitaram a cortar. Nas áreas de maior declive, colocaram os troncos e os ramos ao longo das curvas de nível, formando barreiras contra a erosão.

20100925-rq-16

20100925-rq-13
Os ramos mais finos estão a ser estilhaçados para produzir composto, que será muito importante no enriquecimento do solo e na taxa de sucesso da plantação.

20100925-rq-14
20100925-rq-15
Entretanto, na área plana do Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha, onde há disponibilidade de água de nascente, foram plantados os primeiros loureiros.

20100925-rq-05
20100925-rq-06
Para o próximo Sábado (2 de Outubro) a Associação dos Amigos do Parque Ecológico irá fazer um percurso pedonal, que para além dos habituais objectivos de análise e interpretação da paisagem, visará a colheita de sementes de espécies indígenas.

20100925-rq-01
20100925-rq-02
No Sábado seguinte (9 de Outubro) voltaremos ao trabalho no Pico do Areeiro, que foi uma das principais atracções turísticas da Madeira e que infelizmente está desfigurado pelo negro do fogo e pela enorme bola branca do radar militar.

20100925-ms-6930
20100925-ms-6925

Fotos de Marcelino Silva e Raimundo Quintal

1 Comentário(s):

Blogger A.lourenço escreveu...

caros amigos, muito obrigado pelo trabalho que estão a realizar.Que pena tenho não poder esear aí para ajudar.Mas hei-de ir.
Um abraço para todos.
A. lourenço- Lisboa

06 outubro, 2010 11:20  

Enviar um comentário

<< Home