19 de maio de 2012

A fascinante recuperação das espécies endémicas

19.05.12-1

Hoje, entre as 10 e as 16 horas, um grupo de 25 voluntários da Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal esteve no Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha a colaborar nos trabalhos de manutenção do coberto vegetal, o que já é um salutar hábito.

Foi também uma oportunidade para observar e fotografar a fascinante recuperação das espécies endémicas após o terrível incêndio de Agosto de 2010, que destruiu cerca de 90% do coberto vegetal daquela área protegida, localizada na Achada Grande, a cerca de 1500 metros de altitude, no rebordo sudeste do maciço montanhoso do Pico do Areeiro.

Para quem ainda não teve possibilidade ou, por comodismo, não subiu até ao Pico do Areeiro para ver as cores com que a natureza está cobrindo o negro gerado pelo fogo, tomei a liberdade de partilhar alguns dos meus registos fotográficos.

Estas e muitas mais fotografias, que outros amigos captaram durante o dia de hoje, estarão brevemente disponíveis neste blogue, onde também é possível visualizar a evolução da paisagem de Agosto de 2010 até ao momento presente, graças à fascinante capacidade de auto-regeneração de algumas espécies e ao trabalho persistente de muitas centenas de voluntários.

19.05.12-2
19.05.12-3
19.05.12-4
19.05.12-5
19.05.12-6
19.05.12-7
19.05.12-9
19.05.12-10
19.05.12-11
Texto e fotos de Raimundo Quintal

0 Comentário(s):

Enviar um comentário

<< Home