24 de junho de 2008

Lançamento de “Madeira: Arca de Tesouros”
a 11 de Julho de 2008

AAPEF-Madeira Arca de Tesouros-capa

Na data em que celebra o seu 12º Aniversário, no próximo dia 11 de Julho, a Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal vai lançar um novo livro destinado ao público mais jovem, “Madeira: Arca de Tesouros”.

O livro reúne 4 contos totalmente ilustrados que dão a conhecer alguns dos tesouros naturais da ilha, bem como algumas das preocupações que se colocam hoje em dia na área da preservação ambiental.

Foram escritos por Fátima Veríssimo, ficando a ilustração de cada conto a cargo de um artista diferente: Elisabete Henriques, Eugénio Santos, Nélia Susana e Sónia Dória.

Esta edição conta com o apoio do “Programa Gulbenkian Ambiente” da Fundação Calouste Gulbenkian.

Este lançamento decorrerá no espaço da Ludoteca do Parque de Santa Catarina, com início às 17 horas.

Actualização ao Programa de Actividades

20070901-vs-8069 Alguns problemas de organização obrigam-nos a alterar as datas de duas das actividades programadas para o mês de Julho.

Assim, a Exposição temática no átrio dos Paços do Concelho, será inaugurada a 21 de Julho pelas 17 horas, mantendo-se aberta ao público até 4 de Agosto, durante o horário normal de funcionamento da Câmara Municipal do Funchal.

Também foi necessário adiar o passeio previsto para este mês de Julho — Central da Fajã da Nogueira > Câmara de Carga > Levada > Casa dos Levadeiros > Central da Fajã da Nogueira — que fica marcado para 26 de Julho.

Como sempre, os interessados em participar neste passeio deverão efectuar a sua inscrição antecipadamente, através dos contactos que podem encontrar na coluna à direita, recomendando que o façam preferencialmente pelo e-mail amigosdoparque@gmail.com.

Entretanto poderão consultar o Programa de Actividades actualizado, para este ano, clicando aqui.

3 de junho de 2008

Passeio pedestre:
Fanal - Levada dos Cedros - Ribeira da Janela
(24 de Maio de 2008)

20080524-vs-1280
20080524-vs-1288
Tis (Ocotea foetens) junto ao posto florestal do Fanal  


20080524-vs-1294
Ensaião-da-madeira (Aichryson divaricatum) sobre um ramo de til  


20080524-vs-1297
20080524-vs-1302
Til (Ocotea foetens)  


20080524-vs-1303
Nas áreas vedadas, onde o gado bovino está impedido de entrar, os velhos tis apresentam novos rebentos e a recuperação da biodiversidade é notória.  


20080524-vs-1313
20080524-vs-1333
Este til morreu porque os rebentos novos foram sucessivamente comidos pelas vacas.  


20080524-vs-1340
Til sem rebentos na área de pastagem.  


20080524-vs-1349
Percurso no troço da Estrada Regional 209, entre o posto florestal do Fanal e o início da vereda que desce para a Levada dos Cedros.  


20080524-vs-1352
Loureiro (Laurus novocanariensis) com rebentos novos. Sobre o velho tronco prosperam plantas epífitas, sobressaindo o Ensaião-da-madeira (Aichryson divaricatum).  


20080524-vs-1360
Este mapa pertence ao placar informativo localizado no início da vereda, na Estrada Regional 209, perto do posto florestal do Fanal.
Mostra o traçado do trilho (vereda + levada) até ao Curral Falso. No texto, que acompanha o mapa, pode ler-se que o percurso pedonal tem uma extensão de 5,8 Km. No entanto, as medições no terreno indicam cerca de 7,5 Km.
 


20080524-vs-1373
Flores de Uveira-da-serra (Vaccinium padifolium), arbusto endémico da Madeira.

20080524-vs-1382
20080524-vs-1374
20080524-vs-1377
Violeta (Viola riviniana)  


20080524-vs-1392
Stereum sp.  


20080524-vs-1394
20080524-vs-1407
20080524-vs-1413
20080524-vs-1423
A Levada Velha dos Cedros localiza-se a uma altitude superior à Levada Nova dos Cedros. A água deixou de correr na Levada Velha há muitos anos. A Levada Nova é hoje conhecida apenas por Levada dos Cedros.  


20080524-vs-1434
Folhas dum jovem Folhado (Clethra arborea)  


20080524-vs-1442
20080524-vs-1456
Stereum sp.  


20080524-vs-1462
Folhas de Uveira-da-serra (Vaccinium padifolium)  


20080524-vs-1463
20080524-vs-1471
20080524-vs-1479
20080524-vs-1482
Ponto de encontro da vereda com a Levada dos Cedros, perto da madre da levada.  


20080524-vs-1483
Madre da levada  


Ribeira do Corgo, onde a levada recebe a primeira água

20080524-vs-1485
20080524-vs-1486
20080524-vs-1490
20080524-vs-1503
20080524-vs-1511
Ensaião-da-madeira (Aichryson divaricatum)  


20080524-vs-1519
20080524-vs-1560
Daldinia concentrica  


Levada dos Cedros

20080524-vs-1562
20080524-vs-1575
20080524-vs-1582
20080524-vs-1585
Vista do vale da Ribeira da Janela desde a Levada dos Cedros. A vertente oposta corresponde à área do Galhano.  


20080524-vs-1593
20080524-vs-1595
20080524-vs-1598
20080524-vs-1600
20080524-vs-1603
20080524-vs-1613
20080524-vs-1618
Stereum sp.  


20080524-vs-1620
Til (Ocotea foetens)  


20080524-vs-1622
Orquídea-da-serra (Dactylorhiza foliosa), endémica da Ilha da Madeira.  


20080524-vs-1623
Doiradinha ou ranúnculo (Ranunculus cortusifolius var. major)  


20080524-vs-1626
Pequena queda de água sobranceira à levada.  


20080524-vs-1639
20080524-vs-1641
20080524-vs-1643
A Laurissilva envolve a levada.  


20080524-vs-1651
Agarra-saias (Rubia agostinhoi)  


20080524-vs-1660
Erva-de-são-roberto (Geranium robertanium)  


20080524-vs-1662
20080524-vs-1675
20080524-vs-1702
20080524-vs-1706
20080524-vs-1718
Inhame-de-lagartixa (Umbilicus rupestris)  


20080524-vs-1736
Stereum sp.

20080524-vs-1739
20080524-vs-1744
Fotografando cogumelos.  


20080524-vs-1747
Alegra-campo-anão (Ruscus streptophyllus), endemismo madeirense.  


20080524-vs-1752
20080524-vs-1757
20080524-vs-1759
20080524-vs-1762
20080524-vs-1769
Estrada que liga o Fanal à freguesia da Ribeira da Janela, junto ao cruzamento com a Levada dos Cedros, no Curral Falso.  


20080524-vs-1773
Mapa do placar localizado junto à Estrada Regional 209, no Curral Falso. Dá indicações sobre o troço da vereda (que nem sempre é paralela à levada), até à Eira da Achada, o sítio mais alto da freguesia da Ribeira da Janela.  


20080524-vs-1774
Início da segunda etapa do percurso pedonal, entre o Curral Falso e o sítio da Eira da Achada na freguesia da Ribeira da Janela.  


20080524-vs-1779
Para baixo do Curral Falso, a Levada dos Cedros ainda apresenta o traçado primitivo, escavado na rocha.  


20080524-vs-1802
Lythrum junceum  


20080524-vs-1806
Lotus parviflorus  


20080524-vs-1807
Hypericum humifusum  


20080524-vs-1810
Levada dos Cedros escavada na rocha.  


Descida para a Eira da Achada

20080524-vs-1816
20080524-vs-1829
Levada dos Cedros escavada na rocha  


20080524-vs-1831
20080524-vs-1835
Rosa mandonii, roseira endémica da Madeira.  


20080524-vs-1850
20080524-vs-1854
Mimos ou brincos-de-princesa (Fuchsia magellanica)  


20080524-vs-1858
20080524-vs-1872
Traqueiro (Helichrysum foetidum)  


20080524-vs-1874
Lythrum junceum  


20080524-vs-1884
Floricos ou intrometidas (Erigeron karvinskianus)  


20080524-vs-1887
Feto-de-botão (Woodwardia radicans)  


20080524-vs-1893
Vale da Ribeira da Janela, perto da foz.  


20080524-vs-1895
Vertente ocidental da Ribeira da Janela.  


20080524-vs-1898
20080524-vs-1907
Flores de silvado (Rubus sp.)  


20080524-vs-1914
Hortênsia (Hydrangea macrophylla)  


20080524-vs-1922
20080524-vs-1923
Chegada à Eira da Achada.  


20080524-vs-1930
Funcho (Foeniculum vulgare)  


20080524-vs-1942
Costa Norte até à Ponta de São Jorge. Eira da Achada, em primeiro plano.