23 de fevereiro de 2013

Mais 1100 plantas contra a desertificação

20130223-vs-6061

Cinquenta e dois voluntários, entre os quais um grupo de hóspedes do Hotel Royal Savoy, estiveram hoje empenhados na luta que a Associação dos Amigos do Parque Ecológico vem travando contra a desertificação no maciço montanhoso do Pico do Areeiro.

No Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha e na extremidade mais alta do Parque Ecológico do Funchal foram cuidadosamente colocadas no solo mais 1100 plantas de quatro espécies indígenas. Entretanto, um mês antes do início da primavera, os goivos-da-serra (Erysimum bicolor) começaram a florir e a pintar com as cores da vida a serra calcinada.

20130223-vs-6077
20130223-es-13012
20130223-es-13073
20130223-vs-6011
20130223-rq-06
20130223-rq-16
20130223-es-13031
20130223-rq-04
20130223-es-pan2

16 de fevereiro de 2013

Novos cartazes de divulgação do projecto Renascer das Cinzas e do Viveiro de Plantas Endémicas e Indígenas


Este é o novo cartaz do Viveiro de Plantas Endémicas (exclusivas da Madeira) e Indígenas (naturais da Madeira, mas comuns a outros arquipélagos da Macaronésia), que a Associação dos Amigos do Parque Ecológico começou a desenvolver em Setembro de 2010, num terreno emprestado pela Quinta Jardins do Lago.

O Viveiro é uma estrutura fundamental para a recuperação da fitodiversidade no Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha e no Pico do Areeiro (extremidade mais alta do Parque Ecológico do Funchal), após o incêndio de Agosto de 2010.

Os voluntários da Associação já plantaram na montanha sobranceira ao Funchal cerca de 18 mil plantas criadas no viveiro, pertencentes a 39 espécies endémicas e indígenas da Madeira.

Na época de plantação que está a decorrer (Outubro 2012 – Março 2013) já foram colocadas no solo 5700 plantas e se as condições atmosféricas o permitirem serão plantadas mais 3000 nas jornadas de trabalho programadas para os Sábados 23 de Fevereiro, 9 e 23 de Março.

Entretanto, para que o viveiro possa fornecer mais plantas nas próximas épocas de plantação é importante a colaboração de mais voluntários nos trabalhos de sementeira, repicagem e mondas.

Quem estiver interessado em participar pode inscrever-se através do e-mail viveiro@amigosdoparque.com



9 de fevereiro de 2013

Amigos ingleses plantaram espécies indígenas da Madeira

20130209-rq-01

Cinco dezenas de voluntários plantaram cerca de um milhar de plantas, pertencentes a dez espécies indígenas da Madeira, no Pico do Areeiro e no Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha. Na acção de hoje, para além de 26 sócios, a Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal contou com a colaboração de 15 hóspedes e 9 funcionários dos hotéis Royal Savoy e Savoy Gardens.

Os profissionais de hotelaria, para além do enorme empenho revelado na plantação, tiveram oportunidade de aprender no terreno a importância da recuperação da biodiversidade no maciço montanhoso central para o futuro sustentado do turismo na Madeira.

Os turistas, todos britânicos e aficionados da jardinagem, interiorizaram muito rapidamente os ensinamentos dos monitores e plantaram com uma alegria extraordinária, espécies que fizeram questão em conhecer a identidade botânica. Particularmente interessante foi a reacção dum participante, que confessou adorar espetada em pau de louro, quando lhe explicámos que as plantinhas que estava a colocar no solo eram loureiros: - então já estou a compensar a natureza!

Depois de quatro horas de trabalho, num ambiente com temperaturas entre os 3 e os 5º C, humidade relativa sempre a rondar os 100%, nevoeiro quase constante e vento de nordeste com intensidades entre os 30 e 40 Km / hora, nada melhor que uma substancial sopa de trigo e uma quente infusão de ervas para fazer a digestão e regressar reconfortado à baixa do Funchal, onde o sol ainda brilhava.

Na despedida ficámos com a certeza que ganhámos mais amigos para a nossa causa.

20130209-rq-02
20130209-rq-03
20130209-rq-04
20130209-rq-06
20130209-rq-07
20130209-rq-08
20130209-rq-11
20130209-rq-12
20130209-rq-14

texto e fotos de Raimundo Quintal

2 de fevereiro de 2013

Passeio pedestre: Formiga - Solar dos Esmeraldos -
Levada do Moinho - Ribeira da Ponta do Sol - Levada Nova - Lombada da Ponta do Sol

20130202-vs-4120
20130202-vs-4267
20130202-vs-4295-99-4331-57-4444-4604-11
20130202-vs-4361
20130202-vs-4406
20130202-vs-4472
20130202-vs-4490
20130202-vs-4553
20130202-vs-4118-92-4607-44-46-53
20130202-vs-4636